jump to navigation

Criancinhas… 09/11/2009

Posted by Marco Macarena in Sem categoria.
Tags: , , , ,
4 comments

Estou escrevendo este post em resposta, ou em continuação, ou comentário, sei lá o que, deste outro post do meu querido amigo Cidão: http://hablandomas.blogspot.com/2009/11/sou-da-geracao-do-tchan-companhia-do.html

Leiam o post linkado, e vejam o vídeo. Ok?

Tb acho absurdo o que as crianças estão fazendo. A questão é: por que?? Porque são crianças?? E se fossem adultos, oq acharíamos??

Há menos de 200 anos, inventamos que crianças são diferentes de adultos, que vivem num mundo diferente, que fazem coisas diferentes e pensam diferente. Será mesmo?? Crianças assistem a mesma TV que os adultos, comem as mesmas coisas que os adultos, usam as mesmas roupas que os adultos, se maquiam como os adultos, etc… A infância foi inventada e, feliz ou infelizmente, está prestes a desaparecer… As roupas femininas cada vez mais ostentam o corpo da mulher, por que??

Um bebê nasce e, dependendo do sexo, estigmatizamos que ele deve usar rosa ou azul, o quarto deve ser de menino ou de menina, forçando a crianças a se identificar-se com um desses dois gêneros. Mas a quem pertence esse gênero, as crianças, ou aos adultos?? Se rosa é coisa do gênero feminino, é também usar mini-saia, maquiagem e decotes. Assim como o gênero masculino utiliza o azul, os carros, a malhação, a agressividade, a virilidade, etc… E qual a relação entre esses dois gêneros?? A resposta é óbvia: SEXO!!

Afinal, homens e mulheres não podem ser amigos, podem?? E creio, ou melhor, eu sei que sim… Mas não é o que a sociedade nos diz. Agora pensemos, por que é que nós, adultos podemos falar, pensar e fazer tudo isso, mas acreditar que crianças fazerem isso é um absurdo.

O que eu quero dizer de tudo isso é que: Não, a mãe não é uma troglodita sem coração por fazer aquilo. A mão está sendo apenas sincera. Sim, sincera, afinal vivemos numa sociedade que, dentre todos os valores plurais que se degladeiam para conquistar as mentes e as condutas das pessoas, essa mãe conseguiu, dentro das suas possibilidades, identificar que, aquilo que ela pode, seu filho ou sua filha também pode, que se a sociedade aceita o sexo como algo natural, aquele sexo que vimos no vídeo, por que ele não pode ser natural para as crianças?

O que precisamos perceber é que, na degladeação de valores que coloquei acima, nossa sociedade é hipócrita, nós somos hipócritas. No mais, se algo ou alguém precisa de reflexão e mudança não é a mãe, ou irmã, ou tia, ou vizinha, ou seja quem for a mulher adulta que estimula as crianças, mas nossa sociedade. Essa mulher, tão quanto as crianças, é vitima de uma crescente disseminação de valores que valorizam o corpo e reduzem as relações sociais aos prazeres do sexo.

Para quem gostou da discussão, assista: “A invenção da Infância

E comente!

abraços

Anúncios